Você é um pagador de contas?

VVocê é um pagador de contas?ocê é um pagador de contas?

Você vai ser um pagador de contas para sempre?

Você quer ser um pagador de contas para sempre?

Hoje eu vi um vídeo do Flávio Augusto, fundador da rede de escolas de inglês Wise Up, que me chamou a atenção pois confirma o que venho aprendendo em livros e colocando em prática. Nada melhor do que saber que um  empreendedor de sucesso, que começou praticamente do nada,  pensa como você pensa, ou melhor, que você pensa como ele pensa.

Resumidamente o Flávio Augusto empreendeu a Wise Up a partir de R$20.000,00 que tinha disponível no cheque especial e criou uma das maiores redes de ensino do inglês aqui no Brasil. Isto chamou a atenção do Grupo Abril, que entrou numa negociação bilionária e adquiriu toda a rede de escolas próprias e os direitos de franquia. Hoje, aos 42 anos, o Flávio Augusto é um dos maiores acionistas individuais do Grupo Abril, mora nos EUA e investe no futebol (soccer mesmo).

Voltando ao vídeo, o mais importante deste vídeo não é só saber se você é um pagador de contas ou se vai ser um pagador de contas para o resto da vida. A pergunta correta é: Você quer ser um pagador de contas para o resto da vida? Esta é a questão. Ser ou não um pagador de contas para sempre é uma opção, e como opção depende da sua vontade.

Basicamente você deve dividir os seus rendimentos em 3 partes:

1) 60% para as suas despesas mensais.

Pagamento de contas em geral, supermercado, padaria, escola, farmácia e todas as demais despesas que você sabe que são certas durante ao mês. Aqui também entram as prestações de bens já adquiridos com financiamentos.

Você pode optar por diminuir algumas despesas que podem ser cortadas como por exemplo a TV a cabo ou o telefone pós-pago e usar o dinheiro para compor as outras partes onde você deve investir os seu dinheiro.

2) 20% para o seu divertimento e satisfação pessoal.

Nestes 20% estão incluídos a compra daquela roupa, tênis, celular e etc que você está namorando há meses, planejamento de viagens, planejamento de compra de um apartamento ou casa noa, planejamento de compra de um carro novo ou troca do seu carro atual  e etc. Este dinheiro é para ser gasto, mesmo que demore algum tempo para ser juntado.

Ele faz parte do seu próprio sistema de recompensas. É onde você vai ver a recompensa pelo sua dedicação ao trabalho. Por isso se torna imprescindível que seja gasto com coisas que você realmente vai sentir prazer em possuir, usar ou desfrutar.

Cada vez que você se dá um presente com estes 20%, você vê a recompensa pelo seu trabalho e adquire um estímulo a mais para continuar se dedicando e crescendo no seu trabalho, seja ele qual for.

3) 20% para acumulação de patrimônio (Gestão Orientada para o Progresso)

Estes 20% é um dinheiro para ser gasto somente quando você puder se tornar financeiramente livre. Financeiramente livre quer dizer que mesmo se você parar de trabalhar agora e ficar em casa sem fazer nada ainda tem uma renda passiva que mantem pelo menos os 60% que você separava mensalmente para a despesa certa.

Isto parece utopia para a maioria das pessoas, mas não é. Depende somente da sua decisão.

Sendo financeiramente livre, você pode decidir entre continuar trabalhando ou parar de trabalhar ou pode trabalhar naquilo que lhe der prazer.

Então , veja o vídeo inspirador e tome a sua decisão. Lembre-se que a escolha é somente sua.



Uma vez eu ouvi uma frase que me marcou muito que é a seguinte: “O problema não é quanto você ganha. O problema é quanto você gasta”.

Financeiramente falando, uma pessoa que ganha R$1.000,00 por mês e economiza R$100,00 por mês está em melhor situação do que uma pessoa que ganha R$5.0000,00, R$10.000,00 ou 15.000,00 e gasta tudo ou pior, gasta mais do que ganha. Pense nisso…

Você decidiu adotar a Gestão Orientada para o Progresso? Ótimo!!! Parabéns!!!

Se você deseja saber mais sobre como fazer um investimento seguro e com rendimento superior à poupança, CLIQUE AQUI.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *